conteúdo do menu
conteúdo principal

NOTÍCIAS

18/08/2020

Câmara realiza sessão remota após casos de covid-19 confirmados

Os vereadores e assessores continuam trabalhando de forma remota para evitar a disseminação do coronavírus

COMPARTILHAR NOTÍCIA

O plenário e as cadeiras das bancadas da Câmara de Vereadores de Nova Petrópolis ficaram vazios mais uma vez por causa da pandemia na sessão ordinária do dia 17 de agosto. No entanto, com o sistema de votação eletrônica foi possível realizar a sessão de forma remota e dar seguimento aos trabalhos. A sessão ordinária do dia 24/08 seguirá os mesmos moldes. O presidente da Casa João Paulo de Macedo Viana conduziu a sessão e reforçou a necessidade de manter os cuidados de higiene para evitar a contaminação pelo vírus. “Somos a favor de manter os serviços, mas o importante é manter os cuidados com a máscara, higiene e distanciamento social”, disse Ceará. 

    Os parlamentares aprovaram dois projetos de lei em regime especial: O 032/2020 e o 033/2020. Ambos tratam de aberturas de crédito especial. O primeiro tem o objetivo de restituir o saldo da verba que foi utilizada em uma obra da Consulta Popular de 2016. A comunidade beneficiada foi a do Chapadão, que recebeu uma rede de água para o abastecimento dos moradores. Já o projeto 033/2020 prevê a aplicação de R$ 274.050,00 para a compra de um ônibus escolar com recursos oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. 

    A indicação 020/2020 também foi aprovada na sessão ordinária. Encaminhada pelos vereadores Jorge Darlei Wolf e Rodrigo José dos Santos, sugere a distribuição do “kit covid” para pacientes com sintomas de contaminação pelo coronavírus. As falas utilizadas na matéria foram apresentadas na sessão ordinária presencial do dia 10 de agosto. O vereador Jorge explicou que “é a Secretaria de Saúde que deve indicar a medicação a ser distribuída. Ouvi várias manifestações de pessoas que entendem que seria possível o Município, por meio dos profissionais da saúde, fornecer, com todo cuidado, um receituário médico”. O vereador ainda citou que outros municípios já adotaram a prática, como Ivoti e Bento Gonçalves.

O vereador Rodrigo Santos argumentou que alguns estudos comprovam a eficácia do tratamento precoce. “Nada mais justo do que disponibilizar sem que a população tenha que arcar com os custos. Pacientes logo cedo sendo tratados têm uma evolução interessante”, disse Rodrigo. Ele ainda lembrou das emendas parlamentares dirigidas ao Município para o combate à pandemia. “Isso só mostra o nosso trabalho que foi feito, o que engrandece essa Casa”. 

Os casos confirmados de covid-19 dentro da Câmara de Vereadores estão isolados e passam bem. 

 

Mudança no quadro de assessores 

A Câmara de Vereadores conta com um novo diretor administrativo. Gilnei Mücke foi contratado no lugar de Loreci Maria Koech, que deixou o cargo por conta das regras do período eleitoral. 

 

Fonte: Câmara de Vereadores de Nova Petrópolis