conteúdo do menu
conteúdo principal

NOTÍCIAS

14/04/2020

Legislativo Municipal se reúne por completo em sessão após três semanas

Vereadores tem a possibilidade de votar remotamente caso estejam doentes ou tenham familiares com suspeita de Covid-19

COMPARTILHAR NOTÍCIA

A sessão ordinária do dia 13 de abril teve a presença dos 11 vereadores no plenário da Câmara Municipal após três semanas de sessões com votação remota e semipresencial. A presença física dos vereadores ainda não é obrigatória, já que o Legislativo Municipal conta com uma resolução de mesa que, neste período de pandemia pelo Coronavírus, permite que a votação seja feita remotamente. A presença de público continua suspensa.

A vereadora Kátia Zummach retornou presencialmente somente na última sessão, já que estava em quarentena com sua família, após um familiar apresentar sintomas da Covid-19, doença causada pelo Coronavírus. No entanto, ele não foi testado. “Aqui na nossa cidade não estão sendo todos testados, então é aconselhado o isolamento social. O que preocupa é que ainda não estamos no inverno. Será que as pessoas vão cumprir o isolamento? Meu filho assinou um termo de responsabilidade para ficar em quarentena”, disse a vereadora. Ela ainda alertou de que é preciso fazer mais testes e que já os solicitou para o Executivo e para deputados com os quais tem contato. Porém, a resposta é sempre a mesma: Ou faltam insumos para fazer os testes ou faltam testes para comprar. “Não temos uma real noção do que está acontecendo. Que a gente consiga testar mais pessoas. Precisamos saber com o que estamos lidando de fato.”

Proposições aprovadas

Duas indicações foram aprovadas na sessão ordinária. Ambas foram encaminhadas pelo vereador Jerônimo Stahl Pinto. A 008/2020 sugere ao Executivo que adquira um equipamento de pintura de meio fio, calçada e faixa de pedestre. O vereador justifica que o equipamento economiza tinta, uniformiza a pintura e dá mais qualidade ao acabamento. Ele ainda afirma que atualmente o trabalho é feito manualmente. “Esse equipamento agiliza a pintura, temos vários loteamentos novos, então tem cada vez mais a necessidade de pintura de meios fios, por exemplo”, explicou Jerônimo.

Já por meio da indicação 009/2020, o vereador sugere que seja colocada grama sintética na Praça dos Brinquedos, no centro da cidade. Jerônimo justifica que ela é mais resistente, não precisa ser irrigada nem cortada e é menos escorregadia do que a grama natural, o que é um aspecto positivo em um local que atrai crianças. “A gente percebe que é cada vez mais comum ginásios e campos com gramado sintético, acredito que hoje o custo disso seja mais acessível. A Praça dos Brinquedos seria um pontapé inicial, já que está no coração da cidade.”

Fonte: Câmara de Vereadores de Nova Petrópolis