conteúdo do menu
conteúdo principal

NOTÍCIAS

29/10/2019

Mostra municipal do conhecimento de Nova Petrópolis fica instituída por meio de lei

A partir da sanção da lei, alunos terão apoio financeiro para realizar a mostra e participar de feiras fora do Município.

COMPARTILHAR NOTÍCIA

O projeto de lei 054/2019 foi aprovado na sessão ordinária do dia 28 de outubro. Desta forma, a Mostra Municipal de Conhecimento de Nova Petrópolis passa a estar regulamentada mediante uma lei que ainda será sancionada pelo prefeito.

O evento, que já acontece desde 2015, pretende incentivar projetos de pesquisa nas escolas e divulgá-los. Além do incentivo, o Executivo afirma, por meio do projeto, que irá custear despesas das mostras. Inscrições e deslocamentos dos trabalhos classificados em esfera municipal também serão pagos. Desta forma, há a possibilidade de alunos participarem de eventos regionais, estaduais, nacionais e internacionais. A pedagoga da Secretaria Municipal de Educação, Cristiane Kieling, compareceu à sessão ordinária e falou sobre o projeto. Ela afirmou que os professores passaram por uma formação a fim de orientar os alunos, que serão avaliados com mais rigidez a partir do próximo evento, já que o intuito é que os estudantes participem de mostras fora do Município. “Para os alunos poderem participar de eventos fora da cidade, teríamos que avaliá-los e ser rigorosos com a pesquisa. Depois disso, premiá-los. A premiação seria o incentivo para irem a outras feiras.”

O vereador e líder de governo Jorge Nestor Michaelsen (PP) explicou que o objetivo é tornar a iniciativa legal do ponto de vista jurídico. “Assim o executivo pode destinar recursos no próximo orçamento para cobrir despesas, já que é uma mostra que engloba toda a rede municipal, stadual e privada.”

Poderão participar da mostra os estudantes de todas as redes de ensino do Município. As categorias são: 1º ao 3º ano, 4º ao 6º ano, 7º ou 9º ano, ensino médio e Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental e Médio. Os avaliadores dos trabalhos serão profissionais sem vínculos com as escolas onde os trabalhos foram realizados. 

Fonte: Câmara de Vereadores de Nova Petrópolis